RESENHA | Coração-Granada

RESENHA | Coração-Granada

“Coração-Granada” é a segundo título publicado de João Doederlein, conhecido como @akapoeta nas redes sociais. Seu primeiro livro, “O livro dos ressignificados”, obra do autor de apenas 21 anos, ficou, em dezembro de 2017, na lista dos 20 livros mais vendidos e até o momento vendeu mais de 20.000 exemplares.

Após o sucesso do “Livro dos ressignificados”, João, o Akapoeta, lançou também pela editora Paralela, seu segundo trabalho intitulado como “Coração-Granada”. O livro foi organizado em três capítulos, sendo que cada um destes se dispõe a tratar de uma temática. O primeiro capítulo foi intitulado como “o nome dela,” o segundo recebeu o nome de “quando a ansiedade chega,” e por fim o terceiro e último capítulo se chama “acalanta meu coração.” – os três capítulos juntos formam a frase “O nome dela, quando a ansiedade chega, acalanta meu coração.” 

Com poemas curtos, alguns textos, verbetes e também os famosos ressignificados, João escreve sobre o amor e a ansiedade de uma forma tocante e íntima, fazendo com que o leitor experiencie a realidade a qual o autor tenta reproduzir. Além disso, a sensação de proximidade  se intensifica pela escrita acessível.

Desencontro (s.m): é você morar longe de mim. é ir ao cinema assistir aos mesmos filmes em cidades diferentes. é quando fisicamente próximos, emocionalmente distantes. é termos vários amigos em comum e mesmo assim não sermos mais do que estranhos que já se viram mas não se encontram. é te olhar do outro lado da festa e nossos olhares nunca se cruzarem.

é curtir suas fotos do Instagram e ser só mais uma notificação perdida entre outras várias”. (Pág. 87)

Uma das coisas que mais chamam a atenção do leitor em “Coração-Granada” é a forma como João se expressa em relação á ansiedade. Por experiência própria, alguns poemas chegam a chocar quem está lendo, mas ao mesmo tempo despertam um sentimento de empatia e reflexão.

“Você viu de perto a minha Ansiedade.

E nem teve medo.

Eu que tive medo.

Tive medo porque ela rouba tudo o que me faz bem.

Medo porque a Ansiedade que mora em mim

sou eu também.

Medo porque ela acelera o caos que existe

na minha cabeça.

Medo de que tudo que ela toque

apodreça. (trecho retirado da pág. 75)

O livro em si é muito bem ilustrado e se dispõe de uma diagramação de encher os olhos –  para quem repara nesse detalhe. Além disso, a cor laranja, presente na capa e no interior, torna o livro um tanto “fofo” e faz com que o leitor queira guardar o exemplar com carinho.

“Coração-Granada” é mais um livro nacional de poesia – gênero que está em alta, com títulos como “Tudo nela brilha e queima” escrito por Ryane Leão, ou até mesmo o best seller “Outros jeitos de usar a boca” – este estrangeiro, mas igualmente tocante. Inclusive já resenhamos, e você pode conferir nossa opinião aqui – que fazem com o leitor queira tirar uma parte do seu dia para sentir e refletir o que esta escrito nas páginas. Para quem gosta de poesia é uma excelente opção, e para quem não tem muito costume de ler, se mostra também uma ótima alternativa, já que não possui grandes narrativas. Enfim, é um ótimo título, bem escrito e revisado. Uma capa linda e muito bem diagramada. Fica ainda melhor por ser nacional.

Nota Nerdisse: (5 / 5)

Um Comentário

  1. Bianca Santos

    Eu nunca fui fã de poesia. Li apenas um livro que ganhei de presente e fiquei apenas nisso. O lance das metáforas não me agradava . Na época, eu gostava das coisas no literal e achava que toda poesia era dessa forma. Uma outra vez peguei Clarisse Lispector e confesso que a leitura fez com que eu tirasse um pouco do gosto amargo por poesia e desse outra chance pro gênero . Porém, eu não sabia qual livro ao certo seria bom escolher, e com sua resenha eu pude ter uma opção. Esse livro parece ser incrível – e o trecho sobre ansiedade foi difícil e lindo para ler, igualmente . Colocarei na minha lista de leitura para esse ano!
    Ótima resenha! 💙

Comente, queremos saber sua opinião